Um evento na manhã desta quinta-feira (18/10/18), na sala institucional do Parque Vila Germânica, lançou o projeto “SC: destino cervejeiro do Brasil”. O objetivo é projetar Santa Catarina como um destino cervejeiro do Brasil, mostrando um conjunto de roteiros em cinco regiões turísticas que têm em comum o apreço pela produção e degustação da bebida.

O projeto é fruto das ações do Grupo de Trabalho (GT) de Turismo Cervejeiro da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), que reúne representantes do setor de todo o estado, e é coordenado pela Federação das Associações das Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais de Santa Catarina (Fampesc), com apoio da Santur e do Sebrae/SC.

Segundo o gestor do projeto no Sebrae/SC, Alan Claumann, o Estado tem grande potencial para atrair turistas amantes da bebida. “De acordo com uma análise diagnóstica feita pelo Sebrae/SC, em parceria com a FAMPESC e ABRACERVA, mesmo com a crise econômica e as altas taxas de tributação, a expectativa é que o setor cresça 20% até o final deste ano em Santa Catarina. Os números mostram que os empresários estão apostando nesse mercado e aliado ao fato de que o país é um dos maiores consumidores de cerveja do mundo, acreditamos que Santa Catarina tem grande potencial de se consolidar como um destino cervejeiro de destaque no país”, complementa Alan.

Jeser Batista é diretor da operadora de turismo Casa Verde, especializada em criar roteiros de experiência em Santa Catarina, como por exemplo a rota da Baleia Franca, para observação de baleias. “Nosso principal produto é criação dos roteiros dos caminhos cervejeiros de SC. Hoje viemos apresentar o esqueleto desses roteiros, que foram criados com os objetivos de representar a identidade do estado, serem vendidos durante todo ano e para pessoas de qualquer parte do mundo, além de integrar esses atrativos com cada terruá produtor de cerveja”, comentou o empresário.

A operadora já tem roteiros prontos na grande Florianópolis, costa Verde Mar (Itajaí e Balneário Camboriú) e em Blumenau no Vale da Cerveja. Outros estão encaminhados no sul do Estado, como em Termas do Gravatal, próximo da Serra do Rio do Rastro, nos canyons e no Caminho dos Príncipes (Entre Joinville, Jaraguá do Sul e Corupá). No passeio o participante conhece a cultura cervejeira, aprende como se fabrica a bebida, as variedades que existem, as diferentes formas de produzi-las e degustá-las.

“Dependendo da região, são visitadas até quatro cervejarias, algo que depende sempre de trânsito e transporte. Com esse roteiro conseguimos integrar destinos para encaixar em qualquer roteiro das operadoras. A Casa Verde tem uma parceria com receptivos locais e disponibiliza esses pacotes para operadoras de todo país”, finaliza Jeser.

Identidade catarinense

De acordo com o secretário de turismo, Valdir Walendowsky, a identificação catarinense com a cerveja é incontestável e faz parte da nossa cultura desde a colonização. Atualmente o estado conta com 102 cervejarias em todas as regiões, sendo o segundo em densidade de cervejarias por habitante (Dados da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal).

Blumenau ganhou em 2017 o título de capital nacional da Cerveja. A cidade é conhecida mundialmente pela Oktoberfest e sede da Escola Superior de Cerveja e Malte, a única na América Latina. Dezenas de eventos acontecem em todas as regiões durante o ano, incluindo o Festival Brasileiro da Cerveja, maior do Brasil e segundo maior do mundo.

No evento há a degustação da Catharina Sour, criada por cervejeiros catarinenses e primeiro estilo brasileiro a constar no Beer Judge Certification Program. A bebida tem característica frutada, ácida e tropical.

Fonte: O Blumenauense

Foto: Marcos Fernandes

Contato


captcha
Powered by BreezingForms

Localização


Rua Antônio Treis, 607 - Sala 602 - Vorstadt ⁞ Blumenau/SC ⁞ CEP:89015-400 ⁞ Telefone: (47) 3326-5158